Fórum Cultural

Projectista: Hugo Baginha, Arquitecto

Do exterior: Os edifícios serão restaurados respeitando a sua forma actual, tanto das paredes como das coberturas. São abertos alguns vãos, para garantir um melhor funcionamento do edifício e todas as portas e janelas serão em madeira maciça. As cantarias serão em calcário melar ou lioz.

Na pintura das paredes será utilizada uma tinta de base mineral, sobre o reboco, com cal na sua mistura. O objectivo será o de conseguir o aspecto original da caiação, com boa durabilidade.

A cobertura é de 3 e 4 águas, com estrutura de vigas de betão e revestimento a telha de aba e canudo.

Do interior: A articulação entre os 3 pisos dos edifícios será assegurada por escadas, elevadores e duas passagens entre os edifícios E e E1, uma superior (existente) e uma inferior, a construir ao nível da cave.

A constituição dos pisos, como as lajes, vigas, pilares e colunas com capitéis em betão armado correspondem às indicadas no respectivo projecto de execução.

A constituição das paredes de tijolo de barro perfurado, das divisórias em pladur e divisórias amovíveis em pladur são as que se encontram no respectivo projecto de execução.